TDC PORTO ALEGRE ONLINE
O encontro de comunidades e empresas no Brasil

Lounge DIVERSIDADE E ACESSIBILIDADE

um espaço dedicado para o fomento e aprendizado sobre a inclusão da diversidade, bem como, a acessibilidade

Compartilhar as experiências vividas nesse mundo diverso, muitas vezes complexo e que vive uma transformação social. É fundamental termos espaços abertos para o debate e para o desenvolvimento da ?Inclusão, da diversidade e da acessibilidade na tecnologia".

Curte a temática? Então venha, você está no lugar certo.

Data

Quarta-feira, 2 de Dezembro de 2020
a Sexta-feira, 4 de Dezembro de 2020

09h às 18h (somente ao vivo)

Investimento

Como funciona o Basic Pass

Palestras

Hora Conteúdo de Quarta
10:25 às 10:40 Abertura da trilha pela coordenação

Aqui os coordenadores se apresentam e fazem uma introdução para a trilha.

10:45 às 11:20

Como é ser uma mulher e desenvolvedora na tecnologia?

Juliana Onofrio

É mulher, quer vir para a tecnologia mas ainda não sabe bem qual rumo tomar? Venho aqui mostrar para vocês que a tecnologia é uma área incrível para as mulheres, tanto pode trazer a segurança financeira que tantas de nós precisamos quanto pode ser uma carreira incrível e recompensadora, quero mostrar as mulheres como vir para essa direção, os desafios que encontrei e as conquistas que obtive, vamos juntas, para que cada vez mais mulheres venham para essa área.

mulheresnatecnologia

11:25 às 12:20

Open Space

13:40 às 13:55 Abertura da trilha pela coordenação

Aqui os coordenadores se apresentam e fazem uma introdução para a trilha.

14:00 às 14:35

Chatbot integrado ao Slack com uso de Watson Assistant para reconhecer a escrita dos Surdos

Flavio Gava Milani / Ian Nicolau Rosadas Fernandes Varella

A experiência foi feita em participar de RTE da Hackathon para apresentar pitch em Libras sobre chatbot integrado ao Slack para a escrita dos Surdos. Foi realizado um desenvolvimento de chatbot nas ferramentas de Watson Assistant na plataforma de IBM Cloud como relacionar as frases originais para reconhecer as frases modificadas do jeito de Surdos que integra com Watson Assistant para entender os problemas que se transformam na solução.

14:40 às 15:15

Mulheres em Cybersecurity - Aumento do Quórum e Minimização do Gap de Conhecimento

Denise Menoncello

Mulheres ocupam apenas 24% das posições de Cybersecurity no mundo. Muitas são as causas raíz deste cenário que precisa ser modificado o quanto antes. Esta palestra visa abordar estratégias corporativas e educacionais para que este quadro seja revertido sob a ótica da WOMCY - LATAM Women in Cybersecurity.

15:45 às 16:20

Open Space

16:25 às 17:00

Como está o nível de acessibilidade dos sites brasileiros e as principais barreiras encontradas

Suzeli Damaceno

Você vai ver nesta palestra um panorama geral de como está a situação dos mais de 14 milhões de sites ativos brasileiros em relação às diretrizes de acessibilidade. Será apresentado um compilado dos estudos que vem sendo realizados pelo Movimento Web para Todos e BigDataCorp desde 2019 e as principais barreiras de acesso encontradas. Nesta palestra, você verá também qual é a relação entre a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e a Lei Brasileira de Inclusão (LBI), e perceberá como os profissionais da área de digital podem se diferenciar em seu mercado.

17:05 às 18:00

Acessibilidade, muito alem da Inclusão

Giovanne Bertotti / Marina Yonashiro / Jhody Mike
Painel Digital desta Trilha
Hora Conteúdo de Quinta
10:25 às 10:40 Abertura da trilha pela coordenação

Aqui os coordenadores se apresentam e fazem uma introdução para a trilha.

10:45 às 11:20

Da Favela a Arquitetura de Software

Diego Neves

Nessa talk irei contar minha história, como foi minha saída de uma região complicada em BH, passando pelo Rio de Janeiro e hoje vivendo no sul do Brasil, uma pequena história que tenho muito orgulho, de suporte até me tornar um dos arquitetos de software da maior cervejaria do mundo.

11:25 às 12:20

Open Space

13:40 às 13:55 Abertura da trilha pela coordenação

Aqui os coordenadores se apresentam e fazem uma introdução para a trilha.

14:00 às 14:35

Teste de acessibilidade: o que a automação não consegue cobrir?

Daniela Yabe / Tais Sabacianskis Teles

Existem diferentes tipos de testes e frentes que os profissionais de QA podem seguir. Contudo, quando pensamos em execução de teste não funcional, especificamente testes de acessibilidade, é importante que as empresas pensem em contratar profissionais que possuam deficiência. A participação desses profissionais é fundamental para eficácia da execução dos testes. Nessa palestra, iremos abordar esse tema mostrando o perfil/missões desse profissional e as oportunidades que existem no mercado.

14:40 às 15:15

Estudo sobre empoderamento feminino através de comunidades tecnológicas

Sandyara Peres

As mulheres estão inseridas na história das linguagens de programação desde antes do surgimento do primeiro computador. Porém, esse contexto histórico não impediu o número de mulheres inseridas na área de tecnologia de diminuir. Os problemas dessa diminuição podem estar ligados ao estereótipo de gênero e a ausência de incentivo desde a infância. Este trabalho tem por objetivo apresentar os resultados de um levantamento e possíveis indicadores de empoderamento feminino extraídos de comunidades tecnológicas de linguagens de programação. Assim, espera-se com este trabalho um maior incentivo a adesão de mulheres à área de tecnologia.

15:45 às 16:20

Open Space

16:25 às 17:00

Você pensa em acessibilidade com diversidade?

Cristiane Simons

Com o conceito de mobile First e uma população cada vez mais digital. O que se tem explorado sobre acessibilidade no seu negócio?

17:05 às 18:00
Hora Conteúdo de Sexta
10:25 às 10:40 Abertura da trilha pela coordenação

Aqui os coordenadores se apresentam e fazem uma introdução para a trilha.

10:45 às 11:20

Não é só uma brincadeira!

Rafael Pisani

Muitos dizem "é só uma brincadeira", mas será? Quantas falas parecem inocentes, inofensivas e quando percebemos alguém se sente ofendido. Mais ainda, outra pessoa reclama e diz que foi racismo! Ah não, la vem o "mimimi" e esses frescos. Não se pode falar mais nada hoje devido a esse politicamente correto.

Será que é realmente assim? Nessa palestra vamos entender como as falas podem ferir e qual tipo de violência seria esse. Também vamos ver como certas falas comuns são na verdade extremamente ofensivas, apesar de não parecerem. Por fim, será deixado claro como esses contextos de violência afetam sim a saúde Psicológica, sendo necessário ajuda individual e até na cultura das empresas.

11:25 às 12:20

Open Space

13:40 às 13:55 Abertura da trilha pela coordenação

Aqui os coordenadores se apresentam e fazem uma introdução para a trilha.

14:00 às 14:35

Verificação de requisitos de acessibilidade em artefatos de software.

Alberto Cardoso

Você sabia que é possível trabalhar acessibilidade em todas as fases de desenvolvimento de software? Geralmente se pensa em acessibilidade somente quando há construção de telas, mas existem técnicas em como ser feita do requisito, passando por API e sim, nos nas avaliações de tela. Nesta apresentação passo por todo o ciclo completo de desenvolvimento, mostrando técnicas, institutos e boas práticas para seu software ser acessível!

14:40 às 15:15

Desafios da diversidade no mercado de trabalho e como superá-los

Luis Felipe ALIMARI

A tecnologia tem o poder de impulsionar o progresso humano! Esse painel pretende contribuir para a quebra de barreiras que diferentes grupos de diversidade sofrem para ingressar no mercado de trabalho. Serão apresentadas práticas de ações inclusivas, como por exemplo, grupos formados dentro da empresa, para promover atividades de inclusão. Queremos mostrar que organizações que promovem ações de inclusão, possuem uma maior diversidade de pensamento para solução de problemas e impacto na melhoria da sociedade.

15:45 às 16:20

Open Space

16:25 às 17:00

Como um grupo formado só por mulheres conquistou o 1º lugar no 1º TDAH HACKATHON

Milena Peres / Silvia Gralha

O TDAH HACKATHON foi um evento promovido pelo Hospital de Clínicas de Porto Alegre, juntamente com o grupo de pesquisa do Programa de Déficit de Atenção e Hiperatividade (Prodah) e a empresa Grow+, durante o ano de 2019, no formato de competição entre equipes multiprofissionais, com o objetivo de desenvolver um protótipo de APP que ajudasse pacientes com Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) na melhora da adesão ao tratamento. O objetivo é relatar a experiência de ter participado de um Hackathon e apresentar como foi cada etapa e como resultou no protótipo vencedor desta maratona.

17:05 às 18:00

Além do recrutamento: Como incluir a diversidade nas empresas?

Gisele Oliveira / Vitor Martins / Camila Luconi Viana / Filipe Roloff
Painel Digital desta Trilha

Grade sujeita a alterações

Coordenação da Lounge DIVERSIDADE E ACESSIBILIDADE



Patrocinadores


Gold


Silver



Realização