TDC PORTO ALEGRE ONLINE
O encontro de comunidades e empresas no Brasil

Trilha ANÁLISE DE NEGÓCIOS

A análise de negócio é a principal habilidade das lideranças e profissionais agora e amanhã, pois em cenários cada vez mais complexos e incertos, analisar é capacidade que gera maior valor aos negócios. Se você acredita nisso também, vem junto!

A análise de negócios é uma área-chave para empresas de todos os portes que têm o desafio de conceber e implementar soluções baseadas em software, com foco na geração de valor, para o negócio e para os indivíduos.

Por isso, exige dos profissionais analistas uma visão cada vez mais sistêmica e atualizada . E para isso, nada melhor do que essa trilha, que a cada ano busca apresentar palestras e cases sobre temas emergentes e complexos do universo da análise negócios.

Seja você Business Analyst, Product Manager, Product Owner, líder ou profissional que atua contribuindo para definição de estratégias de negócios em empresas ou projetos que envolvam tecnologia, essa trilha é pra você!

Não fique de fora! Garanta sua inscrição e venha trocar experiências conosco!

Data

Quinta-feira, 3 de Dezembro de 2020

09h às 19h (somente ao vivo)

Investimento

Tabela de Pacotes de Preços da Fase 1

Como se inscrever

Palestras

Hora Conteúdo
09:00 às 09:30 Abertura do evento e mini keynote

No palco da Stadium, todos serão orientados sobre o funcionamento do evento, destaques e outras novidades.

09:30 às 10:20

E se fosse diferente?

Luciano Braga

Como o jantar poderia ser diferente? Como o seu currículo poderia ser diferente? Como o seu feed do Instagram poderia ser diferente? Como as roupas do seu armário poderiam estar organizadas de uma forma diferente? Como os móveis da sua sala poderiam estar distribuídos de um jeito diferente? Como o seu pedido de casamento poderia ser diferente?

A criatividade não é exclusiva para artistas, designers ou escritores. Por natureza somos seres criativos, mas vivemos em ambientes padronizados, que julgam as coisas feitas de outra maneira, e acabamos nos rendendo a modelos que são limitados. No entanto, assim como outras habilidades, a criatividade pode ser aprendida, estimulada e treinada, e perguntas como estas são um ponto de partida. Em vez de pensar em soluções extraordinárias, que tal pensar primeiro em como poderia ser diferente, e quem sabe se surpreender com o seu próprio poder criativo?

10:25 às 10:40 Abertura da trilha pela coordenação

Aqui os coordenadores se apresentam e fazem uma introdução para a trilha.

10:45 às 11:20

Evite avançar errado: Como fazer as perguntas certas para definir uma hipótese de valor.

Tabita Dorcas Marcolino Gonzaga

Quantos produtos são desenvolvidos com embasamento em dados que, apesar de apontarem para um terreno de validação de hipóteses, foram extraídos a partir das perguntas erradas e consequentemente levam a um software, ou uma funcionalidade, que não atinge o objetivo esperado? Assim, fazer as perguntas certas é o que nos leva a definir uma hipótese de valor relevante. Mas como fazer as perguntas certas?

11:25 às 11:40 Open Space

11:45 às 12:20

Melhorando o resultado dos times com técnicas de quebra de histórias

Alaim Porto Alvarenga

Fuja dos perigos das demandas "Iceberg". Nesta palestra iremos mostrar como você e seu time podem ser mais produtivos, aumentar a qualidade e a satisfação utilizando técnicas de quebra de histórias. Com uma abordagem prática, iremos trabalhar os motivos pelos quais devemos dar mais atenção a este conceito, sair da especificação ou do envio de grandes demandas ao time e começar a utilizar user stories da forma correta.

12:25 às 13:25 Networking e Visitação Stands

Intervalo para fazer networking e conhecer os estandes do evento.

13:25 às 13:40 Abertura da tarde

No palco da Stadium, todos serão orientados sobre o funcionamento do evento, destaques e outras novidades.

13:40 às 13:55 Abertura da trilha pela coordenação

Aqui os coordenadores se apresentam e fazem uma introdução para a trilha.

14:00 às 14:35

Feature factory - Porque é tão prejudicial?

Marcelo Neves

Nesta palestra vou te mostrar porque o paradigma da feature factory é tão prejudicial para a criação de um produto de software. O framework LCD vai desde a identificação de problemas, resultados e efeito até o detalhamento dos itens do backlog.

Você vai entender o framework, vai compreender como este pode ajudar o time a trabalhar orientado a problemas e como detalhar os itens do backlog até o grau apropriado.

14:40 às 15:15

Da Especificação de Requisito para História de Usuário. Como é feito está transição ?

Fabricio Ramalho

Como migrar da especificação de requisitos com todos estes pontos relevantes Introdução, Visão geral do produto, Termos técnicos específicos para um determinado contexto, Abreviações e acrônimos, Envolvidos e Usuários, Requisitos (Funcionais, Não-Funcionais e Regras de Negócio) - Caso de Uso e Anexos (protótipos, arquitetura e documentos auxiliares) para história de usuário com poucas linhas.

15:20 às 15:40 Networking e Visitação Stands

Intervalo para fazer networking e conhecer os estandes do evento.

15:45 às 16:20

É claro que precisamos de análise no Agile!

Isabela Gayno / Fabio Bahia

Não, não precisamos necessariamente de analistas. Mas precisamos de pessoas que possam fazer análises. Isso significa que todos precisamos parar de nos preocupar com os cargos. Mas o que é análise em agile, afinal? Quais habilidades, competências e técnicas são mais adequadas para este tipo de trabalho? Para aqueles que são analistas de grandes empresas, para onde vamos?

16:25 às 17:00

WSJF & OKRs: Como priorizar features e conectar aos Objetivos Chaves para gerar valor ao negócio

Paulo Ricardo Maciel

Esta palestra tem por objetivo demonstrar a eficiência da técnica WSJF (Weighted Shortest Job First, utilizada para priorização de features do produto) quando conectada aos OKRs (Objetivos e Resultados Chave do negócio). Este alinhamento proporciona uma sinergia entre desenvolvimento do produto e o planejamento estratégico da empresa, uma vez que apoia times ágeis na identificação e priorização das funcionalidades que efetivamente geram valor para o negócio, com menor custo e risco em relação ao tamanho do esforço para desenvolvimento. Como resultado, os times conseguem realizar liberações focadas no valor do produto, no cliente e na estratégia do negócio.

17:05 às 18:00

Os desafios da analise de negócio em ambientes remotos

Juarez Fiuza / Fernanda Michelini / Ira Dias
Painel Digital desta Trilha
18:05 às 18:25 Networking e Visitação Stands

Intervalo para fazer networking e conhecer os estandes do evento.

18:25 às 18:50 Encerramento

Após a apresentação de resultados do dia, no palco da Stadium, muitos sorteios fecharão o dia.


Grade sujeita a alterações

Coordenação da Trilha ANÁLISE DE NEGÓCIOS


Patrocinadores


Gold


Silver



Realização