TDC INNOVATION
Desafios para criação do futuro digital

Trilha UX DESIGN

UX design como agente de inovação

O design é interdisciplinar e trabalha no campo das ciências sociais aplicadas e, em função de ter a sua base na criatividade, oferece flexibilidade para aprendizados. O olhar do designer é treinado para pensar de maneira disruptiva e isso potencializa a atuação em inovação em qualquer contexto. Por isso, essa trilha é focada em discutir o posicionamento do designer como agente e fomento de inovação. Conta para comunidade como você está utilizando essas características para inovar dentro do seu contexto.


Tópicos desejados: impacto social; ética, inovação e novas techs; maturidade dos profissionais; acessibilidade

Data

Terça-feira, 23 de Março de 2021

09h às 19h (somente ao vivo)

Investimento

1 trilha: De R$ 145 por R$ 110
2 trilhas: De R$ 290 por R$ 198
3 trilhas: De R$ 435 por R$ 285
* preço válido até 19/02

1 trilha: De R$ 145 por R$ 130
2 trilhas: De R$ 290 por R$ 230
3 trilhas: De R$ 435 por R$ 330
* preço válido até 16/03

1 trilha: R$ 145
2 trilhas: R$ 290
3 trilhas: R$ 435
* preço válido até 25/03

Como se inscrever

Palestras

Hora Conteúdo
09:00 às 09:30 Abertura do evento e mini keynote

No palco da Stadium, todos serão orientados sobre o funcionamento do evento, destaques e outras novidades.

09:35 às 10:25

Keynote

Convidado(a) Especial
10:30 às 10:45 Abertura da trilha pela coordenação

Aqui os coordenadores se apresentam e fazem uma introdução para a trilha.

10:50 às 11:25

Inovação como não inovação

Rafael Brandão

A palestra traz uma crítica sobre o uso, hoje mais irrestrito e sem padrão, do termo inovação. Posta, muitas vezes, como uma bala de prata ou magia, toda inovação mais prejudica do que ajuda e a palestra traz uma visão mais clara sobre o processo de experimentação e testes constantes como formas de entregar real e constante valor. Passa por metodologias e ciclos de construção coletivas que buscam inovar mais vezes e com ganhos para os usuários e o negócio.

11:30 às 12:05

Ludoliteracia do Futuro da Humanidade: Convergências entre games, design e futurismo

Daniel de Sant'anna Martins

Jogos podem nos ajudar a projetar o futuro? Nessa palestra, apresento uma introdução à ludoliteracia, futurismo e como desenvolvi um jogo de aprendizagem - Presente do Futuro - que se tornou um caso de sucesso de ensino desses campos de conhecimento, tendo sido apresentado na UNESCO Futures Literacy Summit.

12:10 às 12:45

Construindo uma base sólida através de Soft Skills

Leonardo Bracarense Bracarense

O conteúdo da palestra se divide em: 1. Equilíbrio entre Técnico e Comportamental: a importância de manter o equilíbrio entre os dois lados. 2. Por que evoluir as habilidades comportamentais: como a falta de Soft Skills trava seu desenvolvimento técnico. 3. As diferenças comportamentais entre Juniors e Seniors: quais as diferenças de processos, visões e ambições entre iniciantes e especialistas. 4. Como aplicar o conhecimento no dia a dia e em equipe: quais os pilares de uma equipe efetiva. 5. Como criar uma jornada de evolução constante: como criar um funil de organização para evoluir sem pausas. 6. Conclusões e ações: o que podemos aplicar imediatamente no nosso dia a dia.

12:50 às 13:50 Networking e Visitação Stands

Intervalo para fazer networking e conhecer os estandes do evento.

14:00 às 14:05 Abertura da trilha pela coordenação

Aqui os coordenadores fazem uma nova introdução para a trilha.

14:10 às 14:45

Design OPS como ferramenta de mudança cultural e inovação

Thaís Falabella Ricaldoni

A área de Design OPS serve para dar suporte, escala e manter a qualidade dos processos e entregas de design, mas ela pode ir além disso, sendo uma ótima ferramenta de mudança cultural e fomento de inovações. Nessa palestra contaremos como as quatro especialidades de Design OPS que temos na empresa desempenharam esse papel: UX Research, UX Metrics, UX Writing e Design System. Destaca-se que às características de Design OPS de ter uma visão mais global da experiência do usuário, realizar articulações com outras áreas e fazer entregas macro foram importantes para construir uma cultura mais centrada no usuário, com mais mentalidade produtos e maior maturidade de design.

14:50 às 16:05

Painel Digital desta Trilha

16:10 às 16:25 Networking e Visitação Stands

Intervalo para fazer networking e conhecer os estandes do evento.

16:25 às 17:00

Lidar com Expectativas é a melhor forma de garantir a Experiência

Marcelo Sales

O quanto você se preocupa em atender as expectativas das pessoas que utilizarão os seus produtos ou serviços? Todo mundo pensa em UI (User Interface), UX (User eXperience), mas ninguém lembra do UE (User Expectations) que é justamente o ponto onde o seu produto ou serviço pode ir pra frente ou não.

Lidar com expectativas é literalmente lidar com o futuro. É prever que o seu usuário irá utilizar o seu produto de formas que você sequer imaginou (e isso tem tudo a ver com acessibilidade para TODOS, verdadeiramente para todos).

Enquanto a maioria das pessoas estiverem focadas no "desenvolvimento e entrega", mas esquecerem da "descoberta e definição" continuaremos a não atender expectativas.

17:05 às 17:40

Product Discovery: Reduzindo incertezas na criação de produtos de data visualization

Igor Falconieri / Humberto Ferreira

Na criação e desenvolvimento de produtos de dados precisamos mapear e conhecer as potenciais explorações a serem feitas pelos usuários. Validar as soluções propostas apresenta um desafio adicional quando, além da experiência de uso, é necessário confirmar se a informação obtida resolveu o problema inicial. Para melhorar a assertividade e acelerar a entrega de valor desses produtos, apresentamos um case em que combinamos métodos transversais otimizados de ciência de dados, design thinking, visualizações interativas e prototipação.

17:45 às 18:20

O poderoso mundo invisível e inovador das VUIs (Voice User Interfaces)

Janaina Pereira

Essa palestra conta o que é VUI, as vantagens e desvantagens desse tipo de design de interação, qual é o potencial dessa experiência que pode acontecer somente na cabeça de quem usa, quais são os usos mais indicados para assistentes de voz com base em uma pesquisa feita durante a pandemia, alguns cases famosos do mercado, incluindo aqueles pensados para pessoas com deficiência, e minhas primeiras impressões sobre o Clubhouse, sempre relacionando todos esses tópicos com a inclusão ou exclusão social que o modelo de negócio pode causar com soluções de design como esta. Afinal, ninguém precisa saber ler e/ou escrever para usá-las, mas ainda não há um uso em massa desse tipo de interface, não é?

18:25 às 18:45 Open Space

18:50 às 19:05 Encerramento

Após a apresentação de resultados do dia, no palco da Stadium, muitos sorteios fecharão o dia.


Grade sujeita a alterações

Coordenação da Trilha UX DESIGN


Patrocinadores

Diamond



Silver


Apoio


Realização