TDC CONNECTIONS
BUILDING SOFTWARE IN THE CONNECTED WORLD

Trilha SERVICE DESIGN

Design de serviços conecta, de ponta a ponta, as reais necessidades do cliente e as necessidades do negócio.

Frequentemente oferecemos entregas cada vez mais conectadas entre serviços e produtos, na intersecção do tangível, intangível, por entre métodos e processos. O Design de Serviço busca um olhar sistêmico das interações entre as pessoas, tratando da concepção e aperfeiçoamento da experiência nos dispositivos e espaços físico e digital, com olhar no processo de design.

Date and Place

Wednesday, March 23, 2022

09h às 19h

REMOTE ACCESS WITH ONLINE BROADCAST

Investment

Valores para participação online:
1 track: R$ 170 for R$ 125
2 tracks: R$ 340 for R$ 225
3 tracks: R$ 510 for R$ 325
* enjoy bigger discount until FEB/16,
see full table

Valores para participação online:
1 track: R$ 170 for R$ 145
2 tracks: R$ 340 for R$ 260
3 tracks: R$ 510 for R$ 375
* price valid until MAR/11,
see full table

Valores para participação online:
1 track: R$ 170
2 tracks: R$ 295
3 tracks: R$ 430
* price valid until MAR/24,
see full table

Schedule / Talks Time Zone: GMT-3

Time Content
09:00 to 09:35 Opening of the event and mini keynotes

On the Stadium stage, everyone will be guided on how the event works, highlights and other news.

09:40 to 10:25

Afrofuturismo 2.0 e Afrofuturalidades - A disrupção do viés inconsciente

Zaika do Santos

Keynote de Abertura

Através de metodologias híbridas em perspectivas conceituais, com horizon scan, brainstorming, design estratégico, storytelling, a proposta consiste em tratar da disrupção do viés inconsciente em bancos de dados, na aprendizagem de máquina, ferramentas de busca e redes sociais.

Afrocentralidade na pós-modernidade e as metodologias, que têm como relação principal a produção de linhas temporais e multiversos na ficção e na realidade, denominadas Afrofuturalidades.

Afrofuturismo 2.0 é a ?tecnogênese do início do século XXI da identidade negra refletindo contra-histórias, hackeando e / ou apropriando-se da influência do software de rede, lógica de banco de dados, analítica cultural, remixabilidade profunda, neurociências, aprimoramento e aumento, fluidez de gênero, possibilidade pós-humana, a esfera especulativa, com aplicações transdisciplinares e cresceu em um importante movimento pan-africano diaspórico tecno-cultural."

O keynote apresenta o Afrofuturismo 2.0 e Afrofuturalidades como práticas concisas na aplicação dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável - ONU para a equidade e segurança digital.

10:30 to 10:45 Track opening by coordination

Here the coordinators introduce themselves and make an introduction to the track.

10:50 to 11:25

Da exceção à regra: pensar apenas em produtos não é mais suficiente.

MONICA S BARROS

Nos últimos anos, o próprio produto das empresas era por si só o diferencial, mas tudo isso está mudando. Cada vez mais vemos as empresas indo para um modelo de serviços.

É por isso que agora é a hora do design de serviço nas empresas. A maneira como elas oferecem sua experiência de serviço é tão importante quanto a oferta de valor do produto em si.

11:30 to 12:05

A importância de se definir e acompanhar métricas de sucesso ao longo da Jornada do cliente

Bruna Chianca

Service design é uma disciplina fundamental para se pensar na experiência ideal do cliente de um serviço. Em geral, designers de serviço dominam a visão centrada no usuário, métodos de pesquisa, o mapeamento de sua jornada e criação de novas soluções para melhorar esta jornada.

Um time que adota o acompanhamento de métricas de sucesso ao longo da jornada do cliente, pode não só entregar a melhor experiência do cliente como também alavancar a visão de negócio.

12:10 to 12:45

Design de Serviços Relacionais

Thalita Barbalho

O Design de Serviço Relacional é sobre conexões! Os serviços relacionais tem como principais pontos as relações interpessoais e uma mudança sistêmica para transformar a forma como os serviços são prestados. Quero apresentar as principais diferenças entre serviços tradicionais e serviços relacionais, onde o designer atua nesse modelo e também uma análise sobre um serviço relacional.

12:50 to 13:55 Networking and Visiting Stands

Break to network and get to know the booths of the event.

14:00 to 14:05 Track opening by coordination

Here the coordinators introduce themselves and make an introduction to the track.

14:10 to 14:45

Quando o usuário mora ao lado: employee experience

Joice Portes

Nesse encontro vamos falar das descobertas de uma pesquisadora da experiência, na busca de compreender e desenhar melhores soluções para as pessoas colaboradoras suas colegas. Trarei reflexões sobre as dores e as delicias de desenhar ou decalcar, talvez, o serviço mais intangível: a cultura , seus artefatos e , práticas que moldam e são moldadas por pessoas, acontecimentos, gerando experiências. Como projetar para o outro, quando o outro é tão próximo que é difícil se desvencilhar dele. É possível pensar na experiência da pessoa colaboradora sem redesenhar as estruturas, as relações de trabalho, de aprendizado e comportamento ?

14:50 to 16:05

Qual o real impacto do design de serviços nos negócios e porque precisamos deles?

Camila Simao / Clarissa Biolchini / Izabel Barreto
Painel Digital desta Trilha
16:10 to 16:20 Networking and Visiting Stands

Break to network and get to know the booths of the event.

16:25 to 17:00

A insuficiência do blueprint para especificação e implementação de projetos em design de serviço

Rafael Toledo

O blueprint é uma das principais ferramentas para o projeto de um novo serviço. Ele pode ser utilizado para mapear serviços existentes e também funciona como uma estratégia de visualização de futuros serviços. No entanto, diante do escopo da minha prática profissional como service design manager da Coteminas, percebo que o blueprint é insuficiente para especificação e implementação de projetos em design de serviço. A criação de guidelines para a implementação de serviço tem se mostrado mais adequada, visto que oferece diretrizes e informações claras para todos os stakeholders, tornando tangível o que é necessário se fazer para tornar real a experiência proposta pelo blueprint.

17:05 to 17:40

Design de serviço: formação e prática

Camilla Annarumma

Apesar do crescimento do design de serviço nos últimos anos, sabemos que o início da carreira pode ser muito nebuloso. Quais são as possibilidades de atuação? Como aprender mais sobre o tema? Como identificar bons cursos? Quais as principais competências necessárias para se tornar um(a) designer de serviço? A partir de minha pesquisa de mestrado e 8 anos de experiência profissional, conversaremos sobre esses e outros tópicos para apoiar você que tem interesse em se especializar na área.

17:45 to 18:20

Uso do Design Sprint em oficinas híbridas e simultâneas para implementação de política pública

Rodrigo Narcizo

A palestra apresentará os fatores críticos de sucesso e lições aprendidas do uso do Design Sprint como parte da implementação da Política Nacional para a População em Situação de Rua por parte do Poder Judiciário, conforme resolução do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Foram realizados três Design Sprints simultâneos de forma híbrida, onde a parte inicial foi realizada de maneira remota e as duas últimas etapas - prototipagem e teste - presencialmente.

18:25 to 18:40 Open Space

18:45 to 19:15 Closing session

After the presentation of the results of the day, on the Stadium stage, many sweepstakes will close the day.

Schedule subject to change

Technical Committee Trilha SERVICE DESIGN

Sponsors

Diamond


Gold




Apoio Institucional


Instituição Parceira


Realização