TDC 2019
Porto Alegre
O encontro de comunidades e empresas no Brasil

Trilha XP Princípios, valores e práticas, práticas de engenharia ágil muito além dos post-its na parede!

Hoje somos extremamente eficientes em entregar software rápido mas com qualidade questionável e com baixa manutenibilidade. E como poderemos evoluí-lo, adicionando novas funcionalidades, sem abrir mão da qualidade?

A comunidade ágil brasileira começou a notar que estamos cada vez mais discutindo sobre gestão e deixando uma dívida em relação a qualidade técnica sobre o que entregamos. Se você também está refletindo sobre o assunto e assim como os signatários do Manifesto Ágil pretendem fornecer um ambiente seguro para o desenvolvedor...seu lugar é aqui!

Nosso objetivo é trazer uma discussão de princípios, valores, práticas e ferramentas que apoiam os times nestes desafios. Nosso principal artefato é o software!

Venha participar e traga sua experiência de problemas na evolução ou de práticas como TDD, Design OO com foco em evolução, automação, refactoring e heurísticas de limpeza, entre outras, para manter sua ""saúde e bem estar"" do seu software.


Tópicos:

Práticas como TDD, Design OO com foco em evolução, automação, refactoring e heurísticas de limpeza, entre outras.

Palestras

Importante: A grade de palestras está sujeita a alterações sem prévio aviso.
Conteúdo
08:00 às 09:00 Credenciamento e recepção dos participantes

Todas as pessoas inscritas, palestrantes, coordenadores e de imprensa, devem retirar seus crachás e kit do congressista nos balcões de credenciamento localizados na entrada do evento, para obterem acesso às salas e Auditório Principal.

09:00 às 10:00 Abertura do evento no Auditório Principal

Após o credenciamento, convidamos os participantes a comparecerem ao auditório para receberem as boas vindas por parte dos realizadores e patrocinadores.

Neste keynote de abertura, todos serão orientados sobre o funcionamento do evento, destaques e outras novidades.

10:10 às 11:00 Standup Meeting, Daily Meeting, Kanban Meeting, everything meeting ... afinal qual era mesmo o objetivo dessa reunião ?
Jonatan Aguiar / Ivan Lampert
Primeiro, porque ter a reunião? Por que todos os dias? Essa reunião é uma oportunidade para que os membros da equipe detectem e discutam problemas que tenham surgido no dia anterior, de modo que se possa priorizar ou não a correção dos mesmos e, de modo que se possam compartilhar sugestões sobre como tratá-los. Já vimos muitas equipes interpretarem mal essa reunião, queremos trazer esse debate somados com alguns conselhos práticos para corrigir e colher todos os benefícios desta importante reunião.
Qual a relação de um jogo mágico com TDD na prática?
Rodrigo Severo / Leandro Akira Iwasaki
Somos uma instituição financeira cooperativa com mais de 100 anos e uma linda história em nossas comunidades e estamos passando por um aprendizado incrível, a mudança de "Mindset" nos times. Como aplicar TDD (Test Driven Development) na prática utilizando o jogo dos números mágicos. Já imaginou você escolher seis números distribuídos em seis cartas e um “mágico” descobrir qual foi o número que você escolheu? Isso mesmo, é possível e por trás disso existe um algoritmo simples mas eficaz. Vamos mostrar como este algoritmo funciona e como podemos aplicar ele com TDD. Além da dinâmica do “jogo mágico” vamos mostrar uma sequência da aplicação do TDD.
11:10 às 12:00 Nunca confie em um teste que não quebra!
Ivo Roberto Batistela
Muito pior do que um código sem testes é um código com testes que não testa nada. Ficou confuso/a? Pense comigo: Os testes estão aí justamente para garantir que código de produção funcione como esperado, logo, se alguma alteração for feita e nenhum teste quebrou, o time está tendo uma falsa segurança na hora de desenvolver. Nessa talk vamos falar sobre testes de unidade e como atingir um bom nível de eficiência. Serão abordadas algumas métricas e quais detalhes devem ser levados em consideração na hora de escrever um bom teste (a.k.a Um teste que quebra).
12:10 às 13:00 Influência de TDD no design de código
Leonardo Amarilho / Raphael Monteiro

Iremos explorar a influência de se utilizar TDD para um bom design, tornando transparente o entendimento do código e natural sua evolução. Escrever código sem pensar em modificações futuras é muito difícil, porque a única certeza que temos é que o software vai mudar. Outro ponto que queremos explorar é o de modificar o design de códigos legados, trazendo a segurança necessária com auxílio de TDD. O grande desafio é o de alterar funcionalidades existentes, com a preocupação de realmente ter entendido o código que algumas vezes nem testes possuem, para nos apoiar. Vamos mostrar como TDD nos auxilia a pensar em design e refatoração de códigos legados.

Recuperando a essência da agilidade para os desenvolvedores
Henrique Fernandes Gonçalves
Você agilista sente que seu time não está engajado, recebe feedbacks que agilidade é um monte de "gincanas" e que está abraçando árvores, esta palestra é para você. E você desenvolvedor, que fica frustado quando o PO não prioriza as melhorias das aplicações (dívidas técnicas), esta palestra também é para você. Nesta palestra irei abordar algumas iniciativas, que venho testando com práticas de Extreme Programming, em um time de engenharia, onde o contexto é ter a melhor aplicação disponível para o cliente e onde achavam que agilidade não é para desenvolvedores.
13:10 às 14:00 Intervalo para Almoço
Uma excelente oportunidade de todas as pessoas no evento interagirem e trocarem ideias, colaboradores, empresas patrocinadoras e apoiadoras, palestrantes e coordenadores.
14:10 às 15:00 Um papel, um e-mail e um processo repetitivo: como a agilidade economiza dinheiro público
Jefferson Cardoso
Implementar agilidade no serviço público é bastante desafiador e ao mesmo tempo incrível. Essa palestra é um relato de como a agilidade transformou o desenvolvimento dos sistemas da prefeitura de Canoas - RS e de como um processo de deploy manual foi transformado através de integração e entrega contínua, trazendo economia para o bolso do cidadão.
Code review: vilão ou herói? Como resolvemos isso em nossos times.
Paulo Boccaletti
Apresentaremos o code review como apoio a mudança de mindset e práticas de evolução de sistemas. Como sugerir as alterações? Muitos desenvolvedores rejeitam essa prática devido a uma abordagem equivocada ou descuidada do revisor. Vamos mostrar como o SOLID minimizou conflitos e desconforto nas nossas squads.
15:10 às 16:00 Solo coding, Pair Programming, Mob Programming, Dojo
Guilherme Motta

Nesta sessão vamos explorar de forma pratica diferentes abordagens para programar. Código funcionando pode ser gerado de várias formas. Vamos abordar de forma pratica algumas destas alternativas e discutir brevemente sobre algumas das suas diferenças.

16:00 às 16:30 Coffee-break e Networking

Durante o intervalo de coffee-break, serão entregues kits contendo suco e biscoitos. Um delicioso intervalo para relaxar, conhecer novas pessoas e estreitar contatos.

Neste tempo, também surge a oportunidade de todas as pessoas no evento interagirem entre sí, participantes das trilhas, empresas patrocinadoras e apoiadoras, palestrantes e coordenadores.

16:40 às 17:30 Como otimizamos a entrega de código e isso melhorou nossa agilidade
Luis Fernando Murara
Neste bate-papo vamos abordar como o meu time otimizou os PRs e quebra das tarefas e isso melhorou nossa agilidade. Vou mostrar alguns erros e acertos durante este processo de melhoria e os resultados até o momento.
Orquestrando Desenvolvimento, Engenharia e Expectativas
Thiago Borba

Ágil, Scrum, XP, Squad, microserviços, Spotify, Netflix, Mensageria, Pizzas, etc, etc. Buzzywords! Sinto um arrepio quando escuto essas buzzywords na concepção de um novo projeto. Princípios básicos como arquitetura, domínios de negócio ou "qual problema vou resolver" são tratados com baixa prioridade. Nessa talk, vamos fazer uma jornada de casos reais de clientes que tiveram o negócio impactado, projetos que iniciaram com arquitetura frágil, hotfix diários, times colapsados entre outros armageddons. Vamos refletir como a orquestração do desenvolvimento, engenharia e expectativas podem tirar um projetos do caos, entregar valor para negócio e dar um sentido maior para agilidade.

17:40 às 18:30 Pair Design - levando elementos da XP para o outro lado
Raphael Miranda Martins / Miguel Marcondes Filho

Apesar de XP ter como significado Extreme Programming, seus valores e práticas são muito valiosas para serem aplicados apenas na programação. Tópicos como coragem, simplicidade, feedback e comunicação são de suma importância para o exercício do design e devem ser valorizados no desenvolvimento de qualquer projeto. Além destes valores, a técnica do Pair Programming - amplamente utilizadas pelos desenvolvedores - também pode ser aplicada por designers e trás muitos ganhos. Nesta palestra iremos contar sobre a nossa experiência aplicando as técnicas da XP nas diversas atividades do design e como fazer para que isso dê certo.

Melhorando o design de código através de metáforas
Alessandro Dias / Guilherme Lacerda
A metáfora tem sido de grande ajuda para apoiar vários aspectos no desenvolvimento de software, principalmente na manutenção e evolução de software. Nesta palestra, vamos mostrar vários exemplos de metáforas, desde a conhecida dívida técnica (Cunningham), passando pela metáforas das Cidades e a evolução de software (Booch, Lanza e Wettel), Psicologia Forense e códigos suspeitos (Tornhill), 5S e heurísticas de limpeza de código (Lacerda) e, por último, Medicina aplicada ao código (Lacerda). Vamos apresentar também práticas e ferramentas associadas as metáforas e como elas têm sido de grande valia para entender certos fenômenos que acontecem no design de código e sua implicação na qualidade.
18:40 às 19:00 Encerramento e Sorteios

No horário de encerramento, todas as trilhas serão direcionadas de suas salas para o Auditório Principal, mesmo local da abertura.

Após a apresentação de resultados do dia, muitos sorteios fecharão o dia.

Data e Local

Quinta-feira, 28 de Novembro de 2019

10 às 19h

UniRitter

Rua Orfanotrófio, 555
Alto Teresópolis | Porto Alegre - RS

Informações sobre Data e Local


Público Alvo

Todos os profissionais envolvidos em desenvolvimento de software, gerentes, coordenadores, desenvolvedores, arquitetos/designers, testadores e analistas.


Investimento

presencial:R$ 290,00

Fazendo sua inscrição presencial, você terá acesso a esta trilha e no mesmo dia também:
TDC Expo: Venha conversar com pessoas e conhecer empresas incríveis.
Trilha Carreiras: Você poderá assistir às palestras da trilha Carreiras do mesmo dia.
Trilha Stadium: Você poderá assistir às palestras da trilha Stadium do mesmo dia.


Palestrantes da Trilha XP

Alessandro Dias
Alessandro Dias
UniRitter, Resource IT
Guilherme Lacerda
Guilherme Lacerda
Wildtech/UniRitter
Ivan Lampert
Ivan Lampert
Contabilizei
Ivo Roberto Batistela
Ivo Roberto Batistela
DB1 Global Software
Leandro Akira Iwasaki
Leandro Akira Iwasaki
Confederação Sicredi
Luis Fernando Murara
Luis Fernando Murara
Resultado Digitais
Miguel Marcondes Filho
Miguel Marcondes Filho
Ateliê de Software da Webgoal
Paulo Boccaletti
Paulo Boccaletti
Cogna Educação
Raphael Miranda Martins
Raphael Miranda Martins
Ateliê de Software
Thiago Borba
Thiago Borba
CWI Software

Patrocinadores

Diamond





Patrocinios e Apoios Trilha e Workshop


Atendimento Corporativo


Programa +Diversidade


Realização

Instituição Parceira

TDC Online